terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Juan Manuel de Prada em Lisboa alerta para novas tiranias



Juan Manuel de Prada estará em Lisboa na próxima quarta-feira (10 de Fevereiro) para apresentar o seu livro «A Nova Tirania» que a Alêtheia acaba de publicar. Depois de participar numa sessão de apresentação da obra às 18 horas na Universidade Católica, estará a partir das 21.30 horas, na Livraria Alêtheia (R. do Século, 13), numa tertúlia literária, para troca de opiniões com os leitores. Aqui fica o convite.


Juan Manuel de Prada é, antes de mais nada, um escritor. Mas a sua denodada vocação literária não o impediu de se converter em farol e referência para muitas pessoas, que sofrem com a imposição da «nova tirania», designada nestas páginas por «progressismo Matrix»: a ditadura de uma ideologia que, sob a máscara da adoração do homem, promove um consciencioso labor de engenharia social, impondo paradigmas culturais e padrões de avaliação dos quais, seja por correcção política ou por desistência acomodatícia, muito poucas vozes se atrevem a discordar.

O leitor detectará, nos escritos que constituem A Nova Tirania, o combate de ideias em debates tão candentes como o do aborto ou o da memória histórica, o da crise económica ou o da educação, o da ideologia de género ou o da corrupção da democracia e dos direitos humanos. São reflexões de índole muito diversa, que tanto abarcam o remanso intimista como a indagação histórica, a arte como a literatura, a crónica dos grandes acontecimentos como a análise das mais diversas máculas sociais.

«A Nova Tirania», Juan Manuel de Prada, Alêtheia Editores, 2010, pvp 18 €, PP 400

Sem comentários:

Publicar um comentário